sexta-feira, 25 de junho de 2010

Ouve-me

Nunca me preocupei com o fundo dos teus olhos, com o fundo do teu coração, com o fundo da tua vivência, com o fundo do teu sorriso, com o fundo de ti. São diversos e complexos os momentos certos, são os momentos certos que estão capazes de assegurar o impacto. Oiço-te tão longe, oiço essa tua voz de seda tão distante do outro lado do rio. Vejo-te de costas, vejo-te a voar para todo o lado, vejo-te a andar com o teu andar bonito e delicado. A tua presença parece a de um anjo que é incapaz de ser ignorada. Sabes tão bem, fazes tão bem.
Mas chego à conclusão que tudo é uma pintura disfarçada de sentimentos e sensações, tudo é um rio agitado incapaz de suportar tanta dor, tudo é um vazio. Para mim tudo roda ao contrário, tudo anda ao contrário, tudo nasce ao contrário. Para mim, tudo está diferente e isso porque tudo está de pernas para o ar. És tão complicado de compreender. As lágrimas? Essas não param de caminhar. São tão delicadas, tão transparentes, tão finas, tão elegantes, e caem com uma enorme paixão. São tantas as noites rumorosas sem a tua presença, sem ti. Eu sei que o rio não demora em aparecer, ele vem de propósito para te poder sentir. Ajuda-me a andar de baloiço, empurra-me para a frente e para trás, vamos sentir que o meu coração cresceu. Nada serve para me abrir os olhos e sinto-me como se estivesse numa viagem atribulada de comboio.
Queres ouvir-me? Ainda oiço a tua voz mas essa está cada vez mais longe. Vejo essa pintura cada vez mais disfarçada. Uma pintura falsa incapaz de segredar aos nossos ouvidos. E é isso que eu sinto, uma pintura fora do comum incapaz de ser suportada e embalada.

13 comentários:

CLÁUDIA COM. disse...

"Nunca me preocupei com fundo os teus olhos, com o fundo do teu coração, com o fundo da tua vivência, com o fundo do teu sorriso, com o fundo de ti." - Está profundo.

Minha bebé , estas festas esperam-nos. Vai ser a loucura. (aa)

CLÁUDIA COM. disse...

P.S. - adorei , acredita ! está tão limpo e puro !

Margarida C' disse...

"São tantas as noites rumorosas sem a tua presença, sem ti. Eu sei que o rio não demora em aparecer, ele vem de propósito para te poder sentir"

Gostei muito :)

Daniela M. disse...

Está bué bonito. :o

Anónimo disse...

Sabes uma coisa? Tu és linda!
Tens uma capacidade para digerir as coisas incrível. São poucas as pessoas que o conseguem fazer como tu consegues. Só por isso já és grande, muito grande. A Margarida diz num livro que 'a ferida demora sempre tempo a fechar, mesmo que não doa' e não é mesmo assim? Tu és a minha pequenina e eu vou estar sempre do teu lado. Haja o que houver. Vales muito para mim, hoje e sempre.

Fá disse...

ja escreveste eheheheh.

Raquel Marques disse...

e ainda dizes que eu é que escrevo bem?
tu tens o dom que poucas pessoas têm, tens a capacidade de transmitir o que sentes duma maneira clara, parabéns, gostei mesmo muitoo (L)

Raquel Marques disse...

não tens que agradecer
amoo-te com tudo queen (L)

inês ; disse...

eu gosto tanto do teu blog.

inês ; disse...

não tens nada que agradecer :)

Cárina disse...

O texto está lindo, parabéns!
Tenho um selo para ti no meu blog (:

CLÁUDIA COM. disse...

Opáá , eu não consigo deixar de vir ler este teu texto. está mesmo muito bonito. está tão sentido, tão explorado. ♥

Anónimo disse...

Um dia prometi-te que viria comentar o teu blog quando acabasse de o ler todo . As coisas mudaram , mas a promessa ficou cumprida .
Está lindo , como não seria de duvidar . Continua . Desejo-te o melhor do mundo!
Abraço profundo .