domingo, 19 de setembro de 2010

Aqui, os donos do poder não mandam


Não sigas os mesmos erros, sê livre e espontânea, sê tu. Vamos deixar de ter pensamentos neutros e vácuos e vamos pensar no ponto de luz que nos conduz para a verdade. Vamos criar um novo pensamento, sem distorções e ideias implantadas. Vamos subir a uma montanha e vamos andar pelo horizonte. Vamos deixar de acumular livros que não conseguem ser lidos até ao fim. Vamos desenhar um arco-íris na terra com tinta acrílica. Vamos cantar como se não houvesse amanhã. Não andes pelo passeio, anda pela estrada. Vamos calçar os sapatos nas orelhas e os gorros nos pés. Vamos ser o super-homem. Vamos apanhar um avião para Nova Iorque para tomar o pequeno-almoço, outro para Paris para irmos almoçar à Torre Eiffel, e outro para irmos jantar ao fundo dos oceanos. Vamos formar uma banda em que junte todos os estilos de música. Vamos pintar os prédios a carvão. Vamos conduzir até ao fim do mundo. Vamos encontrar uma correspondência. Vamos dormir para o meio de uma floresta. Vamos deixar de ter uma vida medíocre. Vamos deixar de seguir o livro de instruções da vida.

14 comentários:

- joanarocha disse...

amei , está mesmo wow .

CLÁUDIA COM. disse...

é oficial, estás a escrever cada vez melhor. uma aposta como isto tem influências da filosofia? ahahah. está lindo baby. ♥

- joanarocha disse...

de nada , esta mesmo lindo .

Fá disse...

OMG está lindo! A imagem é fantástica e o texto então nem se fala... Concordo com a "CLÁUDIA COM." estás cada vez melhor! =D

Patrícia Lopes disse...

lindo mesmo :)

- joanarocha disse...

de nada mesmo . esta mesmo fantastico .

deborarocha disse...

como sempre cati, um grande texto :')

Gonçalo G. disse...

Está Muito Giro Cátia

Carolina (prima) disse...

tão giro

Ana Catarina disse...

Está lindo, tal como todos os outros. E sim é verdade, com ou sem os pés no chão todos nos necessitamos de voar. Beijinho, Cátia (:

Tatá disse...

Nossa, tão maravilhoso. Prestamos tanta atenção em seguir o que as regras da sociedade nos impõe que esquecemos de viver de fato. Gostei tanto do que escrevestes.

Rê Ura disse...

Chega de fazer tudo que é comum, normal. Chega de mesmisse!... Eu quero é ser feliz!

Caramujo disse...

muito bom mesmo cátia, grande texto

Ninfa disse...

Adorei o texto.. Simplesmente ia lendo e imaginando como seria fazer tudo o que escreveste.
Seria algo maravilhoso!
Adorava um dia termos a oportunidade de sermos livres dessa maneira.
Pelo menos termos direito a isso um único dia da nossa vida!

Sem dúvida seria.. Muito bom!