terça-feira, 14 de dezembro de 2010

O imaginar às vezes pode ser doloroso

Imagina a minha imagem centrada na sua beleza que irradia tristeza. Os meu olhar é incapaz de se movimentar, não conseguindo encontrar o nirvana, o seu objectivo de vida. Imagina os meus lábios cerrados e gretados, sem a ausência da tua essência. Imagina a minha pobre face rosada com frio e timidez, incapaz de sair desta cúpula por mais que queira. Imagina o meu cabelo a baloiçar com o vento, como se não houvesse amanhã e como se o ontem fosse cedo de mais. Imagina as minhas mãos frias e brancas pousadas sobre os meus joelhos sem qualquer tipo de acção. Imagina também a minha postura gélida e estática com uma delicadeza desconhecida.
Agora imagina o cenário de um outono frio, sem tréguas. Os lagos não têm a mesma beleza, o frio não dá vontade de voltar para casa, os arranha-céus ficam diferentes, as árvores mostram estar recolhidas sem vontade de se erguerem. Imagina o quanto é estranho eu estar ali, no meio daquela revolta descomunal e com aquela postura. Aquela postura que indica uma pessoa que desistiu, uma pessoa que nem sequer chegou a lutar. Eu sei que não querias imaginar isso, mas eu também não queria que o imaginasses, acredita que não.

(peço sinceras desculpas pela falta de mensagens)

14 comentários:

CLÁUDIA COM. disse...

o que significa este texto? :s

joanaa (: disse...

esta lindo !

Cá. disse...

Resposta a "CLÁUDIA COM.":

cláudia, tu sabes perfeitamente o seu significado

Cárina Silva disse...

Está lindo lindo! Adoro mesmo! Muitos parabéns, escrever bastante bem! :) beijinhos.

CLÁUDIA COM. disse...

sei, mas não devia saber.. NÃO DEVIA MESMO !
o texto está lindo, isso está, mas tu não podes estar assim.. não podes e não vais estar

joanaa (: disse...

de nada (:

Cá. disse...

Resposta a "CLÁUDIA COM.":

devia e estou..

Daniela Ramos disse...

Gostei bastante querida :) *

CLÁUDIA COM. disse...

não.. odeio ver-te assim !

ana moura disse...

obrigadaa :)
adorei

rama disse...

Through the alleyways
To cool off in the shadows
Then into the street
Following the water,, --- que música !


escrever faz bem...

Inês Caramelo disse...

lindo *

RuteRita disse...

Gostei muito !

RuteRita disse...

ora essa (: