domingo, 22 de janeiro de 2012

Ponto final. Parágrafo

  Às vezes perguntam-me o que é o amor. Nunca soube responder. A imagem que eu tenho deste está na minha cabeça e acho que é mais uma fantasia do que propriamente a realidade. O amor não é assim tão bonito como se escreve nos livros e nas revistas mas há sempre quem nos tente manter adormecidos para o assunto e nos tente mostrar que o amor pode vir a ser algo mais do que na realidade.
  Se passar ao lado de um casal apaixonado gosto sempre de observar atentamente e fico sempre na dúvida se o que eles nos transmitem é algo verdadeiro ou se são ideais dos outros. E por mais que os observe e tente ler os seus afectos e as suas acções, não consigo descobrir o que “aquilo” é na verdade. Sinto-me ignorante ao ponto de parecer ser a única pessoa que fica sempre na dúvida e ainda pareço mais ignorante quando oiço pessoas a falarem tão bem do amor e eu ser a única a nem saber explicar o que isso. O amor é e sempre foi estranho para mim e desde pequena que tento acordar com as histórias das princesas no meu coração mas há algo que não me deixa acreditar.
  O amor sempre foi estranho para mim porque nunca o deixei entrar. Para mim o amor existe mesmo mas tenho medo que ele me magoe ao ponto de não conseguir acreditar mais. Eu sempre soube que ele existia e que era tão bonito como se escrevia mas o medo era tanto de saber que ele era uma farsa que preferia mascarar-me de alguém que não acreditava em algo tão real. Essa é a verdade. Eu ponho uma máscara devido ao medo de deixar de acreditar.

6 comentários:

Aurora disse...

Princesa, adorei imenso <3

Beatriz disse...

Oh, obrigada, <3

Aurora disse...

Nada a agradecer doce <3

Alexandra disse...

Adorei :o
Beijinhos xana **

Daniela Ramos disse...

Gostei muito mesmo :) *

mafalda costa disse...

que lindo*
beijinhos